Tendências: Investimentos Socialmente Responsáveis

 

por Paulo Peneda Saraiva, Investigador no European Centre for Corporate Engagement

"Acreditamos, como a grande maioria dos especialistas, que os ISR deverão crescer exponencialmente nos próximos anos, dado que os analistas e gestores de activos irão, cada vez mais, introduzir critérios sociais, ambientais e de ‘corporate governance’, na análise (e escolha) dos títulos (em termos de retorno e risco) que farão parte da oferta de produtos financeiros. Mas esta mudança acontece não tanto porque os profissionais das instituições financeiras valorizam questões de filosofia moral ou ética, mas sim porque reconhecem que o comportamento socialmente irresponsável das empresas afecta (negativamente) os seus investimentos. Pelo que, os ISR irão progressivamente passar de uma estratégia de exclusão de empresas socialmente irresponsáveis nos seus ‘portfolios’ (a exclusão é a prática mais corrente actualmente na construção de um ISR), para a inclusão de critérios sociais, ambientais e de ‘governance’ juntamente com os (tradicionais) critérios financeiros na análise dos investimentos."

 

Artigo completo em Diário Económico Online, 16/07/08

 

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Recent Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt