Gesbanha – 22º Aniversário

 

 

10/10/1986

 

É obviamente, com muita honra e satisfação que assinalo este acontecimento comemorativo, o Vigésimo Segundo Aniversário da Gesbanha.

 

Nesta hora de felicidade não posso deixar de iniciar esta pequena intervenção sem ter presente o ensinamento do sábio que afirmou “ A Gratidão é a maior das virtudes, mas a Ingratidão é o pior dos vícios” . Porque não fui atacado por este vício e por analogia com a Ciência gostaria de recordar que também a Gesbanha teve a sua génese na base dos Conhecimentos e no Trabalho de muitos daqueles que nasceram antes de nós. E a este nível nunca poderei esquecer o Saber acumulado que tive a sorte de encontrar na pessoa do Senhor António Mourato, com quem terei o privilégio de ir almoçar hoje…, quando na qualidade de meu ex-patrão me incentivou a criar aquela que acabaria por ser, até ao momento, a minha maior aventura quer como homem quer como profissional e que hoje, felizmente, me faz estar aqui presente no meu blog.

 

Com efeito o que teria valido a nossa persistência, espírito criativo, esforço, visão e sacrifício, sentido de oportunidade, intuição e risco, conhecimento do sector, liderança e muitas outras virtudes, que muitos nos reconhecem, senão tivéssemos tido a possibilidade de poder contar, desde o ínicio, com o apoio das pessoas certas para enfrentar não só os interessantes desafios que nos foram sendo apresentados, por parte dos nossos Clientes mas fundamentalmente quando temos de nos debater com momentos mais complicados, a que qualquer projecto empresarial se encontra sujeito, e somente nos quais estamos em condições de descobrir a verdadeira essência das Pessoas e dos seus Valores?

 

Acredito, por isso, que é exactamente na nossa Cultura Empresarial, estabelecida com base nos alicerces: Visão, Missão, Valores, Competências Empresariais e Sistema de Garantia da Qualidade que encontramos a segurança, força e a consciência sobre as nossas potencialidades, assim como as ferramentas com as quais podemos continuadamente inovar e melhorar.

 

Desta forma conseguimos criar um fio condutor da nossa acção, pelo qual os passos se foram tornando caminho, os degraus se foram fazendo escada, e um conjunto de acções se transformou num corpo coerente e homogéneo que se pauta por um elevado patamar de exigência e ética necessário à satisfação dos seus Clientes e de toda a Comunidade que nos rodeia.

 

Para tal, sempre apostámos em relações de transparência e de confiança com os nossos clientes e com os nossos Parceiros Internacionais – Chausson Finance, VCCHINA, CG INTERNATIONAL, ALTA PARTNERS – numa base de compromisso sério e responsável, garantindo sempre a qualidade do que produzimos uma vez que é este capital de confiança, qualidade, nível de serviço e inovação que importa preservar e desenvolver para os anos vindouros, pois só assim poderemos, com o nosso Valor, contribuir para uma Economia melhor e consequentemente para uma Sociedade mais rica e solidária.

 

Com efeito muitas têm sido as iniciativas lançadas de forma a convocar a cultura empreendedora e a incentivar os jovens a arriscar, a pôr de parte o comodismo e o medo, a abraçar as oportunidades, e a ousar, inovando e empreendendo. E o nosso exemplo mais recente de empreendedorismo – na sua vertente social – tem-se reflectido no esforço que a GesEntrepreneur tem vindo a desenvolver no domínio da formação centrada na aprendizagem, ao promover e a associar-se a iniciativas de cariz social, tais como a reinserção socioprofissional de reclusos e o ensino do empreendedorismo junto das escolas secundárias.

 

Temos claramente um motivo de orgulho por podermos contar com um passado de 22 anos de história, mas temos, igualmente, de estar conscientes de que a continuidade depende da forma de como nos propomos enfrentar os desafios que temos hoje pela frente.

E é portanto esse misto de orgulho pelo passado e de preocupação pelo amanhã que deverá presidir às opções que todos nós, enquanto organização, temos continuamente de fazer. E essas opções deverão ser tomadas com um olhar ainda mais atento para o futuro, tendo consciência plena de que 22 anos de passado não nos poderá tornar mais pacientes. Muito pelo contrário! Deveremos aproveitar o nosso passado para decidir com maior clareza quais as questões que queremos colocar no futuro.

 

Para tal, deveremos ter a nítida noção que não há pessoas suficientemente boas para fazerem tudo aquilo que queremos. Por isso, agora matutamos um pouco mais nas coisas, antes de decidirmos pôr a melhor Equipa a trabalhar nelas. Isso não significa que sejamos mais pacientes, mas antes mais ponderados nas opções que teremos que assumir.

Tal como alguém um dia afirmou “ a maturidade significa conhecer os nossos pontos fortes, para que não seja necessário lutar contra eles.” E, de facto, tem sido exactamente esta filosofia que tem presidido à dinâmica seguida no seio do Grupo Gesbanha.

Tal como na ciência um Empreendedor parte dos conhecimentos e do trabalho de todos aqueles que vieram antes dele, também nós na Gesbanha pretendemos continuar a crescer tendo por base todo o caminho já percorrido.

 

Creio convictamente que o Grupo Gesbanha integra hoje uma equipa de profissionais que não se conforma com a falta de ambição e que conhece o êxito dos seus serviços junto de quem quis e soube afirmar-se. Uma equipa que quer olhar o futuro com determinação, coragem e vontade de vencer.

 

Sabemos bem, e a história desta organização demonstra-o: O Grupo Gesbanha será essencialmente o que dele fizermos. Ninguém o fará por nós.

 

Não me permitirei concluir sem deixar uma palavra de apreço a todos os colaboradores da Gesbanha, naturalmente extensivos aos colaboradores da Gesventure e da GesEntrepreneur, e dizer-lhes que podem contar comigo como sei que poderei continuar a contar convosco para fortalecer o crescimento deste Grupo.

 

Dedicação, honestidade, bom-senso e sobretudo trabalho. Sempre e muito trabalho. Só sabemos  prometer trabalho.

 

Mas é essa a chave do sucesso!

A todos os meus sentidos agradecimentos.

 

Francisco Banha

Presidente do Conselho de Administração

 

Fotografia com o meu grande amigo Sr. António Mourato a quem agradeço todo o apoio e motivação, em particular durante a fase de arranque desta grande aventura, em 1986.


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt