Falta de liquidez ameaça capital de risco

in Expresso, 12/01/09

Apenas 30% das empresas de capital de risco estão livres da ameaça da crise, conclui um estudo da escola de negócios IESE e da Boston Consulting Group (BCG). 

 

A actual crise financeira e económica está a contaminar o capital de risco. Segundo um estudo da escola de negócios IESE e da Boston Consulting Group (BCG), citado pelo El Mundo, entre 20% a 40% das empresas mundiais de capital de risco poderão desaparecer nos próximos três anos, devido ao agravamento da conjuntura económica.

O relatório diz que o cenário positivo do sector, entre 2003 e 2007, está longe de ser o mesmo. Nesse período, a maioria das empresas de capital de risco viveram dias de ouro graças a "um clima económico e financeiro favorável e de quatro grandes motores de crescimento: enormes volumes de divida barata, rentabilidade crescente em todos os sectores, aumento do preço dos activos e atribuição de activos importantes de investidores institucionais a fundos de capital de risco."

 

Segundo os autores, as empresas de capital de risco terão agora de proceder a profundas mudanças para enfrentar a nuvem negra crise. Para isso, deverão alcançar melhorias operativas das empresas da carteira, procurar oportunidades para tomar participações em empresas da carteira com dificuldades e outras companhias de capital de risco, ou ainda, disponibilizar capital num âmbito empresarial mais generalizado. Tudo isto é claro, soluções à mão das empresas com liquidez.

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt