Ambiente Empreendedor

 

Sabe como criar um "Ambiente Empreendedor" para os seus filhos?

 

A jornalista Bia Reis da revista Crescer (Editora Globo – Brasil) publicou um artigo muito interessante sobre este tema que não posso deixar de recomendar.

 

Resumo algumas citações e deixo o link para a consulta integral do artigo:

"Uma educação empreendedora permite à criança, mais do que realizar sonhos, desenvolver valores como ética, autonomia, criatividade, colaboração, perseverança, sustentabilidade e capacidade de tolerar a incerteza e de aprender com os erros. Esses valores são fundamentais para que eles tenham um sucesso que realmente valha a pena."

"Como se cria um ambiente empreendedor?

Primeiro, dando o exemplo. Não adianta falar sobre ética e respeito ao próximo e maltratar a babá ou o porteiro da escola. E, quando pensamos em ética, não estamos só nos referindo à relação com os outros, mas também com o meio ambiente e com tudo que nos cerca. O empreendedor não olha apenas para si, mas para toda a sociedade. Por isso, um dos valores é a sustentabilidade, ou seja: como crescer sem prejudicar o que nos cerca.

Em segundo lugar, com muita conversa. Um canal de diálogo aberto com as crianças é fundamental. Obviamente, não estamos falando de um discurso didático sobre o assunto. As conversas devem acontecer de forma natural, com base nas experiências trazidas pelas crianças. Se seu filho chega em casa contando que os meninos da classe estão tirando sarro de uma menina, pergunte como ele agiu. Ele fez coro com os amigos ou ficou quieto? É possível ter boas discussões sobre valores, e sempre brincando. Afinal esta é a linguagem que as crianças entendem – e, cá entre nós, a mais gostosa."

"Quando a gente vê os filhos construindo castelos, colocando nossas roupas e sapatos e analisando insetos que descobriram no quintal, não imaginamos a quantidade de valores que eles estão trabalhando, de forma inconsciente. Ao brincar sozinha, a criança desenvolve criatividade e autonomia; ao se divertir com um amigo, aprende ética e colaboração. E, em cada brincadeira, outros valores vão sendo conquistados. Ao colocar roupas do pai ou da mãe, ela desempenha papéis que poderá ter no futuro. É uma espécie de treino."

 

"Uma educação voltada para o futuro proporciona experiências, coloca o aluno em contato com o mundo. É preciso enriquecer o conhecimento, não aprisionar as crianças pequenas em salas e carteiras"

 

 

 

 

 

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt