O balanço do mercado de capital de risco no último ano

De acordo com a EVCA – European Private Equity & Venture Captal Association, o desempenho de longo prazo da Industria de Private Equity permaneceu forte durante o ano de 2008 apesar de um ambiente difícil na alienação das suas participações e a uma pressão descendente nas respectivas avaliações.

Tendo como referência o desempenho do Fundo de Private Equity ao longo dos últimos 29 anos e uma amostra que inclui 1310 fundos constatou-se que, no final de 2008,  a " Net Internal Rate of Return" (IRR  de todos os Fundos de Private Equity) permaneceu positivo – 10.3% – com os Fundos Buy-out a terem retornos de 14.2% e os Fundos de Venture Capital de 3.1%, comparativamente ao desempenho no final de 2007 de 12.1%, 16.6% e 4.2%, respectivamente. ‬‪

Por sua vez, ao nível do investimento anual de Private Equity realizado na Europa, de acordo com a EVCA, o mesmo sofreu uma queda de 27% em 2008 face a 2007, para 52.4 mil milhões de euros, correspondendo a uma diminuição de 12% no número de empresas financiadas.

Porém, os fundos investidos no estágio de early stage, aumentaram de 2,387 mil milhões para 2,705 mil milhões.‬‪

Analisando, no entanto, alguns mercados europeus, importa salientar os espectaculares resultados registados em França, em que no 2º semestre de 2008 se registou um aumento de 18% face aos investimentos realizados no 1º semestre, o que permitiu alcançar valores na ordem dos 556 milhões de euros.

De referir mesmo que 2008 acabou por ser o ano com um maior volume de investimentos – €1.026 milhões – tendo sido apenas ultrapassado pelo ano de 2000 (€1.143 milhões), vulgarmente designado pelo ano das "Dot com".

De registar, ainda no mercado francês, o crescimento de 92% do sector da internet e e-commerce em relação ao semestre anterior, o que pode fazer significar um aumento da procura, por parte dos investidores, de novos modelos de negócio baseados na web.

Merece, igualmente, destaque no mercado francês, os investimentos realizados em projectos que se encontram na fase "seed capital" os quais representaram 8% de todos os investimentos realizados ou seja cerca de 45,8 milhões de euros.

Por sua vez, em Espanha, ‬‪o  volume de investimentos, em 2008, decresceu face a 2007 cerca de 35%, ou seja, para 2.450 milhões, reflectindo um ajustamento significativo face aos números alcançados nos últimos três anos no competitivo mercado espanhol.

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt