A análise de projectos

A Gesventure tem recebido e analisado, na sua actividade diária, mais de 300 projectos em cada um dos últimos anos. Projectos “early stage” sobretudo, das mais diferentes áreas sectoriais.

De todos estes, a triagem inicial que fazemos é muito grande, pois só avançamos para junto dos investidores, sejam eles Sociedades de Capital de Risco, Business Angels ou Corporate Ventures, com projectos que se enquadrem dentro da nossa filosofia, ou seja, que respeitem os 4 Ms: Market, Money, Management e Magic.

Para ser interessante o projecto apresentado tem de possuir um mercado global de inequívoca dimensão e uma oportunidade clara, tem de libertar cash, tem de possuir uma equipa de gestão competente e multidisciplinada, bem como de ter a ambição, a médio/longo prazo, que permita a sua sustentabilidade. 

Após passarem este crivo e calculadas que foram as suas efectivas necessidades de financiamento, o papel da Gesventure passa por procurar e escolher o investidor que melhor possa responder às necessidades da empresa e que maior receptividade possa ter pelo projecto em causa.  

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt