Compreender os atributos dos empreendedores

Artigo de Filipe Vicente, Aluno de Mestrado em Ciências Empresariais da Universidade dos Açores, que encontrei no açoreano Expresso das Nove de 12/06/09.

Os empreendedores são responsáveis pelo desenvolvimento económico em resultado da introdução e implementação de ideias inovadoras. Destas, resulta a criação de novas empresas.

Ser empreendedor. Um tema corrente nos dias de hoje. Qual a importância do empreendedorismo na economia? Que características e factores contribuem para o comportamento empreendedor?

Os empreendedores são responsáveis pelo desenvolvimento económico em resultado da introdução e implementação de ideias inovadoras. Destas novas ideias resulta a satisfação das necessidades dos novos consumidores, originando também a criação de empresas. As empresas criadas geram crescimento económico e oferta de empregos para a população. Estimulando o mercado de produtos e de trabalho, os empreendedores podem dar um considerável contributo para a economia.

Após uma breve introdução sobre a importância dos empreendedores na economia importa agora compreender que características e factores contribuem para um comportamento empreendedor. O empreendedor é um inovador. É quem transforma invenções e ideias em entidades economicamente viáveis. É um indivíduo que consegue reconhecer as oportunidades económicas no mercado, explorando-as independentemente do nível de risco associado. Deste modo, temos os três atributos chave de um empreendedor: capacidade de inovação; reconhecimento das oportunidades de negócio e a propensão para assumir riscos.

Não menos importante, o comportamento empreendedor pode ser associado a características da personalidade como: necessidade de independência; auto-confiança; elevada necessidade de realização, que faz com que o indivíduo procure o sucesso e o reconhecimento social; locus de controlo interno. Um indivíduo com um locus de controlo interno acredita que controla os eventos e as consequências dos seus actos na sua vida. É alguém que assume as responsabilidades, não atribuindo o seu desempenho a factores externos, como sorte ou azar, destino e outras pessoas.

Outros factores determinantes para o início de uma actividade empreendedora são: uma boa rede de contactos, incluindo amigos e família, o facto de os pais serem empresários ou existirem familiares empresários na família, aumenta também a probabilidade do indivíduo tornar-se empresário, devido à experiência informal que adquire e o nível de educação. Os indivíduos com um nível educacional mais elevado estão mais bem informados, consequentemente serão mais eficientes na avaliação das oportunidades do auto-emprego.

Devido à importância que os empreendedores desempenham na economia é fulcral apostar no empreendedorismo. Um dos caminhos para tal passa por apostar no incremento de disciplinas e cursos que abordem o tema, incutindo assim, o espírito empreendedor nos jovens de hoje, para que os mesmos possam ser os futuros empresários de sucesso da sua região.

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt