A Odisseia Global do Talento Português

Todos ouvimos falar da rede The Star Trecker, popular especialmente entre a faixa etária dos 20 aos 40 anos. Trata-se da rede social do talento global português e tem mais de 15.000 membros registados.

The Star Trecker (TST) é a rede de defesa do talento português no mundo. Tem como objectivos identificar e defender o talento made in Portugal, fixando-o e divulgando o seu sucesso dentro e fora do país.

O fundador e Chief Dream Officer do TST, Tiago Forjaz, viajou ao longo de 5 meses por 5 cidades, percorrendo 37.000km, identificando mais de 2500 talentos lusos pelo mundo.

Entre Paris, Londres, Madrid, São Paulo e Nova Iorque, este economista descobriu que podemos optimizar a imagem de Portugal no mundo, desenvolvendo estratégias de identificação do talento português e, por outro lado, estratégias de atracção de talento estrangeiro que contribua para a riqueza global do nosso país.

Tiago Forjaz, igualmente sócio-fundador da consultora Jason Associates, prometeu não deixar esmorecer corrente de energia lançada pelo TST após os seus eventos de lançamento e, então, criou a Fundação Talento (FT).

Neste momento, a FT procura embaixadores do talento em todos os países, por outras palavras, procura pessoas que identifiquem talentos à escala global para um ainda maior networking do capital humano. Fica o repto, lançado no encontro TEDxEdges.

 

Saiba mais em http://www.thestartracker.com/

http://fundacaotalento.blogspot.com/

 

 

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt