Privados lançam fundo para investir em cultura e criatividade

A Capital Criativo vai lançar o primeiro fundo de capital de risco português que investe no sector cultural e criativo. Na mira de Nuno Gaioso Ribeiro e dos restantes sócios, entre eles a Portugal Telecom, não estão apenas editoras de livros ou produtoras de conteúdos. Estão também agências de publicidade, empresas de “design” ou gabinetes de arquitectura.
O fundo terá um capital inicial de 10 milhões de euros, o equivalente a 4,2% do orçamento do Ministério da Cultura para 2010, e será constituído durante o segundo semestre. O dinheiro será levantado junto de institucionais – grandes investidores e empresas.

 

FONTE: Jornal de Negócios


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt