Primeira unidade verde do McDonald’s na América Latina é inaugurada no Brasil

 

A unidade do McDonald’s de Bertioga, no litoral de São Paulo, conta com a certificação LEED para construções sustentáveis e reduziu seu consumo de água e energia

 

O restaurante McDonald’s de Bertioga, na Riviera São Lourenço, litoral de São Paulo, é o primeiro da América Latina a obter a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), concedida pelo U.S. Green Building Council – organização que reúne representantes dos setores de construção e arquitetura – a empreendimentos que atendam critérios de sustentabilidade no projeto arquitetônico e na construção.

A construção contou com a utilização de tecnologias de baixo impacto ao meio ambiente, destacando a prevenção de poluição, o reaproveitamento de resíduos, o uso de água da chuva e de energia limpa e a utilização de materiais naturais, renováveis, reciclados e de produção regionalizada.

 

A iniciativa de se enquadrar em padrões sustentáveis veio da parceria do proprietário da unidade, Roberto Pestana, e da operadora da marca McDonald’s na América Latina, Arcos Dourados.

Entre as ações adotadas pelo restaurante está o sistema de captura de água pluvial, para utilização na lavagem de pisos e descargas em toaletes, o que permitiu a redução do consumo de água potável em 50% e em 100% no caso da irrigação dos jardins; o gás das câmaras de refrigeração foi substituído por um modelo que não afeta a camada de ozônio; as peças de madeira utilizam produtos provenientes de áreas de manejo florestal e são certificadas pelo FSC (sigla em inglês para Forest Stewardship Council, ou Conselho de Manejo Florestal, em português).

O McDonald’s de Bertioga também não utiliza CFC no seu sistema de ar condicionado e é munido de um dispositivo que monitora as temperaturas interna e externa do restaurante. Quando necessário, o sistema desliga os aparelhos e abre as janelas automaticamente. Com isso, a carga térmica necessária para a refrigeração é 25% menor.

 

Ainda como parte do gerenciamento inteligente de energia, o aquecimento de água das torneiras da cozinha e vestiários é feito por meio de energia solar. A grande quantidade de paredes de vidro destaca o uso da luz natural e as luminárias instaladas perto das janelas só acendem quando realmente necessário. Em todo o edifício, é priorizado o uso de lâmpadas LED. Todas essas iniciativas promoveram uma economia de 14% no consumo de energia do empreendimento.

 

A rede McDonald’s conta com mais dois restaurantes verdes no mundo, em Chicago (EUA) e em Lindora (Costa Rica).

 

In Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Recent Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt