Governo fundacional: começar pela regulação

 

É conhecido por todos os seguidores deste blog o meu interesse na temática da Corporate Governance. Partilho, então convosco, a informação que encontrei no excelente blog, “Governance Lab”, que provém de uma equipa de juristas que se dedica à investigação jurídica e à reflexão crítica sobre temas relacionados com o governo das organizações, sejam estas privadas ou públicas. O Governance Lab tem como objectivo contribuir activamente para o progresso das práticas, das recomendações e das regras jurídicas envolvidas, apresentando óptimas fontes de recursos. Partilho a reflexão do Governance Lab sobre o governo das fundações públicas, que achei particularmente interessante e na ordem do dia.

 

“Desde, pelo menos, o início do século que se discute uma revisão do regime jurídico fundacional privado. Diversos casos políticos vieram juntar à discussão a atenção para as fundações públicas. E, no futuro, se olharmos para os exemplos estrangeiros*, as parcerias público-privadas fundacionais também estarão na ordem do dia

Este crescendo de interesse nas fundações, quer a partir da revisão do seu regime jurídico, a caminho dos 50 anos de vigência, quer através das opções políticas que as condicionam, poderá ser a grande força mobilizadora para alterações profundas e necessárias nos mecanismos de governo fundacional.”(…)

 

Continue a sua leitura em www.governancelab.org/2011/02/governo-fundacional-comecar-pela.html


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt