Educação para o Empreendedorismo

Faz este ano 10 anos que o Ministério da Educação publicou um Edital que apresentava o Projeto Nacional de Educação para o Empreendedorismo que “atribuía particular importância à promoção de iniciativas que criem um espírito empreendedor nas escolas, que favoreçam as competências dos alunos e o seu sucesso escolar e que contribuam para a cooperação, equidade e qualidade das aprendizagens”.

Curiosamente ou talvez não… um dos princípios do citado Projeto passava por conseguir que “os alunos pudessem ter desenvolvido, no final da escolaridade obrigatória e do ensino secundário, um conjunto multidisciplinar e transversal de competências (conhecimentos, capacidades e atitudes), em torno da organização de experiências enquadradas no currículo (disciplinares e/ou não disciplinares), que envolvam simultaneamente três dimensões: competências-chave para empreender ao longo da vida, competências curriculares, participação e ação cívica na sociedade”.

Importa pois dar a conhecer à Sociedade portuguesa experiencias e reflexões sobre o que tem vindo a ser feito no domínio da Educação para o Empreendedorismo e os desafios cruciais com que a Escola e, muito particularmente os Professores, se defrontam, na medida em que são, simultaneamente, “agentes e objeto de mudanças”.

Pela minha parte e após ter estado associado ao desenvolvimento de Programas de Educação para o Empreendedorismo que possibilitaram a capacitação de mais de 4 mil professores e de 96 mil alunos, em mais de 500 escolas e 150 Municípios, não posso deixar de o fazer e por isso convido os interessados a associarem-se às sessões (https://www.facebook.com/otriunfodosempreendedores/) que irão ocorrer esta semana em Faro e no Porto, com o objetivo de partilhar experiências e reflexões em torno da Educação para o Empreendedorismo e dos desafios que se perfilam neste domínio.

Conto convosco! Apareçam!

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels"). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt