Biotecnologia – Multinacionais investem em PMEs na procura de projectos de base tecnológica

 

 

"Um dos exemplos específicos da primeira biotecnológica portuguesa, a Biotecnol, apresenta três causas que podem ser destacadas como importantes barreiras ao crescimento sustentável da empresa, refere um artigo de opinião de Martim Alves da Silva, no Jornal de Negócios.

 

A primeira refere-se à pequena dimensão média dos fundos nacionais de capital de risco assim como à falta de especialização destes em determinadas indústrias, um factor imprescindível para a compreensão dos riscos inerentes e timings adequados para investir. Por outro lado, a segunda causa surge associada às questões de agenda política deste tipo de empresas, com cerca de 80% do seu capital afecto ao investimento de risco que provém de fundos públicos."

 

in Fábrica de Conteúdos, 12/08/08

[artigo completo]


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt