maior condomínio residencial microprodutor gera 50.000€/ano

O condomínio dos Jardins de São Bartolomeu, na Alta de Lisboa, concluiu a instalação de 16 unidades de microprodução de electricidade através de energia solar (painéis fotovoltaicos).

Com este projecto o condomínio prefigura-se como o maior condomínio residencial microprodutor em Portugal, a gerar mais de € 50.000/ano de receitas pela venda de energia e simultaneamente contribuindo para o cumprimento dos objectivos nacionais de energias renováveis e de redução de gases com efeito de estufa, já que produzirá cerca de 80 MWh/ano de electricidade e evitará a emissão de 38 toneladas de CO2 eq.

Esta iniciativa pioneira, promovida pelos moradores do condomínio, enquadra-se no programa "Renováveis na Hora", que tem por objectivo a promoção da microprodução de energia eléctrica utilizando fontes renováveis de energia.

A instalação foi concluída em Dezembro de 2008 e será inaugurada esta 4ª feira (18/Mar) com a presença do Secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, o Secretário de Estado Ordenamento Território e das Cidades, João Ferrão e o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa.

[vídeo do Nós por Cá (SIC)]


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt