Os Anjos e a sua nova nuvem: a China

Estive na WBAA Conference, na China, e começo agora a compilar informação relevante sobre esta forte economia emergente.

Na WBAA Conference o Governo chinês sublinhou o desejo de uma participação cada vez mais activa da comunidade de BA no crescimento económico e industrial da China.

Fazer investimentos na China pode ainda parecer-nos distante e improvável, mas na verdade há oportunidades muito interessantes. Após anos de subdesenvolvimento económico e pobreza, estão a ter lugar na China mudanças sociais e económicas impressionantes.

A economia low-carbon e a energia verde são exemplos de oportunidades de investimento e, em paralelo, oportunidades para os BA contribuírem para um mundo mais sustentável- que é uma responsabilidade de todos, nos dias que correm.

Em várias províncias chinesas existe já um sólido parque industrial concebido para a produção de energia verde. Existem clusters de micro e pequenas empresas com sucesso, nas áreas de bio-massa, automóveis eléctricos, produção de materiais com menores emissões de carbono, transformação de carvão em gás e fibra de carbono, entre outras. A concentração de empresas na área da energia verde na China não tem deixado alheias várias multinacionais, que vislumbram boas oportunidades de investimento. A China atrai investimento estrangeiro e investigação tecnológica.

Para acelerar o desenvolvimento de energias verdes, há até algumas indústrias na China que estão a prestar a uma maior atenção à adopção de energias amigas do ambiente nos seus parques, estimulando empresas de produção de energia verde e lançando novas unidades de produção.

O Governo local e central chinês procuram parcerias estratégicas para as suas empresas de produção de energia verde através da WBAA e, foi com apreço, que nos recebeu e apoiou a nossa WBAA Conference. Há uma forte crença no futuro promissor das empresas produtoras de energias verdes, bem como na visão global de pessoas futuristas como são os BA.

No futuro, pretende-se que a energia verde torne a China num importante pólo de inovação tecnológica- e que estas duas componentes façam parte do seu cartão de visita.

O Governo chinês está ciente de que esta transformação não se fará sem um forte ambiente empreendedor, sem um forte envolvimento de todos os cidadãos, sem um ambiente de confiança plena.

A parceria com os BA é valiosa e a China tem a oferecer-lhes inúmeras oportunidades. Hoje centrei-me na energia verde, mas ao longo dos próximos dias, vou partilhar convosco outras oportunidades de investimento, em campos diversos.

A WBAA Conference (fotografia do seu Board acima), organizada pela Professora Mannie Liu, foi o estreitamento desta parceria entre a China e os Anjos, que se quer cada vez mais estratégica e visionária.

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt