Como Bono mudaria o mundo

O Poder do Povo e Pirâmide Invertida

 

“Muitos de nós viram ou viveram o organigrama do século passado, onde o poder e a influência (tanto detidos pela Igreja, pelo Estado ou por grandes empresas) estão concentrados no ponto mais alto da pirâmide e a pressão é exercida de cima para baixo.

Mas neste novo século, e especialmente em algumas partes do mundo em desenvolvimento, a pirâmide está a ser invertida. Muito se tem escrito sobre os lucros a realizar na parte inferior da pirâmide, mas menos se tem dito sobre o seu poder político.

 

Cada vez mais, as massas estão sentadas em cima, e o seu peso, através dos telemóveis, da Internet, da sociedade civil e da democracia que estas tecnologias podem promover, está a ser sentido por aqueles que tradicionalmente detinham o poder.

 

Hoje, estão sujeitos a uma maior vigilância todos os que são corruptos ou que não cumprem as promessas que lhes permitiram ganhar os postos que ocupam.

 

O mundo está a aperceber-se desta mudança. Na sua viagem mais recente a África, a secretária de Estado Hillary Rodham Clinton, ignorou os altos responsáveis e foi reunir-se com os representantes dos grupos não-governamentais independentes, que estão a tornar-se rapidamente mais organizados e mais interligados.

 

Por exemplo, a Twaweza, uma organização de cidadãos, está a espalhar-se pela África Oriental, ajudando as pessoas a exigir responsabilidade das autoridades que fazem a gestão dos orçamentos e a prestação de serviços. (Twaweza em suaílli significa “nós podemos fazer isso acontecer”.)”

 

FONTE: Revista Única, Expresso

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Recent Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt