Empresas recorrem sobretudo a capitais próprios para investir

 

 

As empresas aplicam a grande fatia dos seus investimentos em equipamentos e no aumento da sua capacidade de produção.

 

Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) mostram que entre 2006 e 2008 mais de metade do investimento global teve como destino a aquisição de Equipamentos, afectação que se reforçou em 2008, atingindo 63,4% do total. Nos mesmos anos, a percentagem de investimento em Construções representou cerca de 21%.

 

Quanto aos objectivos do investimento, os mesmos dados revelam que em 2007 e 2008, para o total das actividades, cerca de 46% do investimento teve como objectivo a extensão da capacidade de produção (com mais de 81% das empresas a referir que este investimento foi realizado no quadro do programa de produção existente), seguindo-se, com cerca de 29%, o investimento de substituição.

 

O Autofinanciamento continua a ser a principal fonte de financiamento para o investimento, satisfazendo 57% e 55,1% das necessidades das empresas, em 2007 e 2008, respectivamente. Esta fonte de financiamento assume particular relevância nas secções de Actividades Financeiras, onde atinge cerca de 97%, e de Electricidade, Gás e Água, com cerca de 75%.

 

                        ( o artigo integral encontra-se em http://diario.iol.pt/index.html )

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt