Explorer Investments vende Oficina do Livro ano e meio depois pelo triplo do valor adquirido

  

 

in Jornal de Negócios 15/07/08

 

A Explorer Investments concluiu hoje a venda da sua participação de 75% no grupo Oficina do Livro ao grupo Leya, de Miguel Pais do Amaral.

A esta aquisição, o grupo Leya soma ainda a compra da parcela de 25% da Oficina do Livro detida por António Lobato de Faria, que se manterá como administrador do grupo editorial.

O valor da transacção – que inclui as chancelas Oficina do Livro, Sebenta, Casa das Letras, Estrela Polar, Quinta Essência, Academia do Livro e Teorema – não é divulgado por nenhuma das partes. Mas a capital de risco garante que, 18 meses depois de ter adquirido o grupo Oficina do Livro, em Dezembro de 2006, este vale agora três vezes mais.

“Em 2007, o Grupo Oficina do Livro registou um aumento de 50% na facturação e duplicou o EBITDA. (…) A Explorer aliena a sua participação no sector editorial multiplicando por cerca de três vezes a valorização da empresa atingindo uma taxa interna de rentabilidade anual superior a 90%”, divulga a capital de risco em comunicado.

A sociedade gestora de fundos de “private equity” deixa assim de ter activos do mercado editorial, embora Marco Lebre, um dos seus administradores, tenha já afirmado que a alienação do grupo Oficina do Livro não significa que a Explorer deixe de continuar a procurar oportunidades nesta área de negócio.

A Explorer Investments foi fundada em 2003 pelos três actuais sócios executivos – Rodrigo Guimarães, Elizabeth Rothfield e Marco Lebre, que detêm mais de 75% do capital da sociedade. A Caixanova, “sponsor” da operação, detém uma participação minoritária.

O Fundo Explorer I está presente no mercado através de participações em empresas como a cadeia de ginásios Holmes Place, Saprogal (produção e distribuição de rações para animais), Nutricafés (torrefacção e distribuição de café), Indústrias Hidráulicas Pardo (produção e distribuição de camas articuladas), Crioestaminal (criopreservação de células estaminais do cordão umbilical) e Construtora da Ferraria (“design” e concepção de “stands”).

O Fundo Explorer II detém participações na Charon (serviços de segurança) e na MOP (“outdoors”).

 

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt