Estudo defende que o Norte deverá apostar em tornar-se na região criativa de Portugal

 

 

 

Um estudo sobre o desenvolvimento de um cluster de Indústrias Criativas (IC) no Norte, foi recentemente apresentado no Porto, defende a criação de uma Agência que se assuma como ponto de referência do sector.

 

O documento refere que o Norte deverá apostar em tornar-se na região criativa de Portugal, por deter uma oferta rica em termos de infraestruturas.

No entanto, apesar do considerável número de entidades envolvidas e da natureza e volume das intenções de investimento em novos espaços o estudo aponta que não existe uma entidade que articule toda a dinâmica criada.

 

"Foi consensual o reconhecimento da importância da liderança para esta agenda como factor decisivo para o seu sucesso", acrescenta o documento que foi promovido pela Fundação de Serralves, em parceria com a Junta Metropolitana do Porto, a Casa da Música e a Sociedade de Reabilitação Urbana da baixa do Porto.

 

Este estudo, que custou 120 mil euros, surgiu na sequência de um repto lançado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN).

O trabalho, além de fazer uma radiografia ao que existe em termos de IC na região Norte e no Porto, apresenta um "plano de acção".

 

"É assim proposta a criação de uma estrutura autónoma, uma Agência para o Desenvolvimento Criativo do Norte de Portugal", que deverá trabalhar com parceiros públicos e privados, no sentido de oferecer serviços que suportem os seus beneficiários.

 

 

 ( para ler a notícia na íntegra consulte o site : http://aeiou.expresso.pt/ )


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt