Six Senses Evita Despedimentos de Forma Inovadora e Pioneira

Ao contrário de muitas empresas do sector do turismo que, perante a crise económica actual, têm vindo a proceder a despedimentos colectivos ou mesmo a encerrar actividade, a Six Senses Resorts & Spas desenvolveu uma solução alternativa inovadora e pioneira.

“Deparamo-nos com a necessidade de amenizar os impactes da actual tempestade económica” anunciou Sonu Shivdasani, CEO e Chairman da Six Senses, salientando ainda “há que reconhecer que os nossos profissionais constituem o elemento chave ao cumprimento da filosofia e proposta de valor da nossa marca – criar experiências inovadoras e enriquecedoras capazes de rejuvenescer nos nossos hóspedes o espírito SLOW LIFE*. Os recursos humanos constituem a última das variáveis a ser sujeita a cortes, pois são eles que garantem a excepcional qualidade dos nossos serviços. Perante este cenário, foi necessário desenvolver e apresentar uma solução alternativa eficiente capaz de reforçar a lealdade mútua e de garantir que a óptima continuidade dos serviços que oferecemos se manterá inalterada.”

Sonu Shivdasani prossegui dizendo “O turista mais sofisticado vai estar atento para ver quem na industria dos serviços de luxo vai reduzir os standards de qualidade; isto numa industria onde as pessoas assumem um papel tão chave que é considerado até certo ponto como quase “sagrado”.

A solução apresentada pela Six Senses tem por base um acordo benéfico a todas as partes. Os quadros superiores trocarão 10% do seu rendimento actual por uma quantia equivalente de participações na empresa. Participações estas que poderão ser readquiridas pela empresa, entre os 12 e 24 meses seguintes, a um preço de aquisição garantido nunca inferior ao valor das mesmas quando adquiridas. Um acréscimo adicional advém do potencial de valorização a que as mesmas estão sujeitas neste período tempo. Ainda que, o programa assuma o carácter de obrigatoriedade para todos os recursos humanos não Tailandeses, a todos os recursos de origem Tailandesa que exerçam funções na sede social da Six Senses, em Bangkok, é dada a opção de participar ou não no mesmo.

Adicionalmente todos os recursos humanos poderão ainda optar por uma quantidade adicional, limitada, de participações sociais.

[in ILM Portugal e-review]


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt