BySat e Smart Advertising

Empreendedorismo

Por ter tido o privilégio de apoiar os empreendedores dos projectos Smart Advertising e BySat, não posso deixar de chamar a atenção dos meus amigos cibernautas para o excelente trabalho desenvolvido pela jornalista Blandina Costa no suplemento IN (http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=PME&id=355404) publicado no Jornal de Negócios do dia 5 de Março e que passo a apresentar as mensagens principais nele contidas.

 

Se estiver interessado em conhecer outros projectos que tenho apoiado recomendo uma visita ao site da Gesventure.

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

7 comentários a “BySat e Smart Advertising”

  1. André Cortinhas says:

    Caros,

    Após descoberta da Vossa noticia, venho pelo presente informar o seguinte:

    Devemos todos dar os parabéns a todo e qualquer tipo de negócio ou oportunidade de negócio que surga no mercado Português, é obvio.
    No entanto, devemos acima de tudo assegurar-nos de que esse lançamento do negócio não vai trazer problemas, dívidas e complicações a quem pretenda ganhar, por pouco que seja, neste mundo de trabalho o seu justo dinheiro.

    De uma ideia ousada saiu um negocio muito atractivo e que devo admitir que causa inveja a todos ao pensarmos “porque é que eu não tive esta ideia antes”…
    No entanto, daqui é que vem o teor deste email para Vossa informação, deveriam definir uma estrutura sólida de trabalho com gente capaz de responder à altura da exigência deste desafio.

    É obvio que todas as empresa passam por dificuldades e que todas as empresas debatem-se com os inumeros problemas que surgem durante a seu periodo de trabalho.
    Agora não posso deixar de condenar esta Empresa pela falta de seriedade perante todos aqueles que se dedicaram e trabalharam em conjunto com ela.

    Infelizmente falo de pessoas, como eu, que apenas pretendiam ganhar um pouco mais do que o salário que já recebiam dos seus empregos (em que alguns nem empregos tinham e necessitavam de ganhar apenas mais algum) e que não têm o “poder” nem a força de vir para a praça pública mostrar e expor tudo o que se tem passado ultimamente em torno desta empresa.

    Falo daqueles que colocaram as suas viaturas Smart do dia-a-dia à disposição desta empresa para colocação de publicidade de contratos MILIONÁRIOS entre a Smart Advertising e o Cliente em troca de uns tostões quando comparados com os Valores entre Smart Advertising e Cliente…

    Falo daqueles que já assinam à partida um contrato que nos indica que iremos receber só daqui a 90 dias, e que indica que se quizermos reclamar por algum dano realizado na colocação ou remoção da publicidade so o poderemos fazer uma vez pois seremos “eliminados” da base de dados da Smart Advertising.

    E por ultimo falo daqueles que agora já fizeram tudo o descrito no contrato, que fizeram o programa estipulado por eles, que se apresentaram a horas para tudo o previsto e que agora, sim agora no final de tudo (digo final, ou seja, passados os 90 dias destinados como prazo de pagamento para receberem o seu dinheiro POR DIREITO) se vêm com desculpas atrás de desculpas, de falta de respostas pela parte da Smart Advertising para no final nao verem o seu justo dinheiro. E além disso com indicações baixas da parte da Famosa e Extrondosa Empresa indicando que “se pretenderem contactar o Vosso advogado entendemos a situação”…

    Temos realmente que dar os Parabéns a todos os envolvidos neste projecto…
    Temos mas não vou ser eu que os vou dar…

    Sabendo, e de perfeita consciência que esta informação não irá certamente passar deste email e muito menos irá abalar o “mundo” sobre este assunto, fico ao menos ciente que tudo tenho feito para demonstrar que situações como estas não deviam de acontecer….
    Obrigado pela Vossa atenção.

    Melhores cumprimentos,
    André Cortinhas

  2. Joel Marques says:

    Venho ao encontro do que disse o Andé Cortinhas.Tal como ele , eu faço parte desse universo de smartistas que fizeram campanhas publicitarias para a smartadverting. Um grande projecto empreendedor mas que hoje e passado este tempo todo recebo a noticia que estão em processo de insolvencia. Sim insolvência….agora pergunto- Como é que uma empresa com tanto lucro fica a dever a quem cumpriu sempre com eles? A todos smartistas lesados peço que se manifestem e façam que este caso chegue a comunicação social. É o minimo que podemos fazer agora.

  3. Anonymous says:

    Este é só mais um manifesto de desagrado de um colaborador da Smart Advertising, que cumpriu a sua parte do acordado e que no final por falta de seriedade e honestidade da empresa desta ideia “tão Inovadora”, não lhe foi pago o valor que por direito lhe pertence….

    Os Melhores Cumprimentos
    Edgar Matos

  4. Maria Mendes says:

    Acho bem que toda a gente denuncie estes senhores que recebem de toda a gente, e depois não pagam nem a funcionários, nem aos incautos que puseram os seus carros à disposição do sr. manuel, principal accionista e nada receberam em troca, aliás receberam, um carro danificado, e menos dinheiro no bolso.`
    É muito fácil fazer vida de rico com o dinheiro alheio, isto é que são ladrões autorizados e apoiados por estes senhores que neste blog os elogiam tanto.
    DENUNCIEM………………

  5. Acusamos a recepção do seu comentário o qual nos mereceu a nossa melhor atenção.
    Gostaríamos no entanto de informar que os conteúdos relacionados com a empresa Smart Advertising dizem respeito a um período de tempo onde este tipo de problemas não se verificavam ou pelo menos não eram do nosso conhecimento. A Smart e os respectivos empreendedores foram por nós apoiados no processo de angariação de capital que lhes permitiu passar de uma ideia escrita num papel para uma pequena realidade empresarial suportada inclusivamente por uma empresa Institucional na área de Capital de Risco e por um Business Angel. A entrada destes investidores, angariados pela Gesventure e na qual tenho responsabilidades como accionista principal e seu administrador, possibilitou a que a Smart fosse uma empresa onde existiam revisores de contas e órgãos sociais que acompanhavam a empresa nas suas relações com as diversas entidades com que se relacionavam quer, estas, fossem fornecedores, o estado ou outros credores.
    Efectivamente após o processo de angariação de capital deixámos de ter relações comerciais com a SA e tudo o que sabíamos da mesma foi-nos comunicado por notícias públicas as quais sempre consideramos válidas pois para além da empresa ter aqueles órgãos de fiscalização e controlo nunca tivemos conhecimento de nenhuma contestação às mesmas.
    De facto a história desta start-up pelos vistos não teve um fim feliz, bem patente nos comentários que teve a amabilidade de nos fazer no meu blog, mas aos quais nada poderei fazer a não ser registar a falta de cumprimento que os empreendedores tiveram para consigo e outras entidades esperando que a situação se possa vir a regularizar o mais breve possível quer por parte dos empreendedores quer por parte dos meios judiciais que se encontram ao seu dispor, caso venha a ser essa a melhor solução para a resolução desta infeliz situação.

  6. NINI says:

    Estes senhores de quem falam seram Manuel Pinheiro e Eurico Paes???

  7. Exmo. Senhor Duarte Sanches,

    Acusamos a recepção do seu comentário, o qual nos mereceu a nossa melhor atenção.

    Gostaríamos no entanto de informar que os conteúdos relacionados com a empresa Smart Advertising dizem respeito a um período de tempo onde este tipo de problemas não se verificavam ou pelo menos não eram do nosso conhecimento. A Smart e os respectivos empreendedores foram por nós apoiados no processo de angariação de capital que lhes permitiu passar de uma ideia escrita num papel para uma pequena realidade empresarial suportada inclusivamente por uma empresa Institucional na área de Capital de Risco e por um Business Angel.

    A entrada destes investidores, angariados pela Gesventure e na qual tenho responsabilidades como accionista principal e seu administrador, possibilitou a que a Smart fosse uma empresa onde existiam revisores de contas e órgãos sociais que acompanhavam a empresa nas suas relações com as diversas entidades com que se relacionavam quer, estas, fossem fornecedores, o estado ou outros credores.

    Efectivamente após o processo de angariação de capital deixámos de ter relações comerciais com a SA e tudo o que sabíamos da mesma foi-nos comunicado por notícias públicas as quais sempre consideramos válidas pois para além da empresa ter aqueles órgãos de fiscalização e controlo nunca tivemos conhecimento de nenhuma contestação às mesmas.
    De facto a história desta start-up pelos vistos não teve um fim feliz, bem patente nos comentários que teve a amabilidade de nos fazer no meu blog, mas aos quais nada poderei fazer a não ser registar a falta de cumprimento que os empreendedores tiveram para consigo e outras entidades esperando que a situação se possa vir a regularizar o mais breve possível quer por parte dos empreendedores quer por parte dos meios judiciais que se encontram ao seu dispor, caso venha a ser essa a melhor solução para a resolução desta infeliz situação.

    Saudações cordiais,
    Francisco Banha

© 2017 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt