O empreendedorismo como veículo de combate para a integração social

Acreditamos que nesta Era do empreendimento individual, o empreendedorismo pode ser utilizado como um veículo de combate para a integração social. A CGI ao longo dos anos desenvolveu programas para a reinserção social dos reclusos (Novos Horizontes), de ex-reclusos (Começar de Novo), ex-combatentes, miúdos de rua, alunos que desistem da escola precocemente, entre outros.

A população pertencente a estes grupos, de risco, apresenta muitas características empreendedoras inatas que devidamente trabalhadas podem alterar os comportamentos e os padrões morais, permitindo assim uma reinserção social de sucesso. A GesEntrepreneur esteve envolvida em cinco estabelecimentos prisionais: Sintra, Leira, Castelo Branco (Masculino e Feminino) e Beja, num programa piloto de empreendedorismo para a reinserção social dos reclusos.

Esta iniciativa com a duração de um ano, permitiu ao recluso passar por uma fase de descoberta das suas próprias características pessoais – e de como elas podem ser muito similares às dos empreendedores de sucesso – quer pela fase de geração de ideias e de definição do ramo de actividade que estes pretendem seguir quando forem integrados em liberdade na comunidade.

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt