MicroCrédito: resposta empreendedora ao desemprego

Recentemente, postei sobre empreendedorismo social e dei como exemplo o Professor Muhammad Yunus, criador do microcrédito no final dos anos 70.

A Associação Nacional de Direito ao Crédito (ANDC) trouxe o microcrédito para o nosso país há dez anos e, com o crescente desemprego, tem-se revelado um aliado eficaz.

O microcrédito é um pequeno empréstimo bancário que apoia microempreendedores que não têm possibilidade de acesso à banca e possuem uma boa ideia de negócio que pretendem ver desenvolvida.

Com a recessão económica e o crescente desemprego, os pedidos de microcrédito têm vindo a aumentar. O sector líder nos micronegócios é o comércio, seguido da restauração e alojamento.

Tal como Yunnus verificou no Bangladesh, terra-mãe do microcrédito, também em Portugal são mais as mulheres que recorrem a este tipo de empréstimo para criar o seu próprio emprego. Predomina a faixa etária entre os 25 e os 29 anos.

Os montantes de empréstimo dos projectos aprovados este ano correspondem a uma média de 5788€, segundo dados da ANDC. Desde o início do ano até Julho, já foi cedido crédito a 131 micronegócios, que geraram 240 novos postos de trabalho.

É em Lisboa que se situam a maioria dos micronegócios, seguida de Porto, Faro e Vila Real.

A taxa de sucesso dos microngeócios situa-se nos 81,4%. Esta elevada taxa de sucesso não será indiferente ao apoio dado pela ANDC aos microempreendedores- financiamento, investimento, avaliação de riscos, resolução de problemas.

Numa década de microcrédito em Portugal nasceram 1199 micronegócios, o que demonstra o empowerment individual e colectivo que este sistema de financiamento proporciona, num país tradicionalmente avesso ao empreendedorismo.

Fonte: Expresso Emprego- 5.09.2009

Saiba mais em: www.microcredito.com.pt

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt