Entrevista sobre Empreendedorismo

Deixo-lhe aqui uma entrevista que me foi feita pela jornalista Cátia Mateus para o Expresso.

Nesta entrevista é focado o panorama do empreendedorismo em Portugal.

Que panorama traça do empreendedorismo em Portugal nos últimos 3 anos? Quais os grandes traços da sua evolução?

Antes de mais julgo que é importante realçar a propagação do próprio termo “empreendedorismo” que se traduziu num crescente número de conferências, concursos, cursos, documentos científicos e artigos sobre o tema, já para não falar na abordagem a novas gerações às quais antes o tema se encontrava restrito – refiro-me em particular aos milhares de jovens, do ensino básico e secundário, que nos últimos 3 anos participaram em cursos de empreendedorismo nas nossas escolas. Considero ser importante realçar este crescimento dado que só falando de empreendedorismo é possível alterar mentalidades, nomeadamente no que diz respeito à atitude face ao risco – algo que apenas muda se incutido nos futuros empreendedores enquanto jovens – e à capacidade de aceitar o insucesso, uma característica da cultura europeia e que infelizmente ainda tem um longo caminho a percorrer.

Este não é o único factor que limita ainda o empreendedorismo em Portugal. A UE fez um estudo que comparou as PMEs europeias com as norte-americanas e constatou que estas últimas são maiores, crescem mais depressa e têm mais lucros. Segundo o mesmo estudo isto sucede pelo facto das empresas nos EUA utilizarem melhor as tecnologias, sobretudo de informação e comunicação. Foram detectados problemas na nossa capacidade de inovação, no ambiente económico, nos impostos e, em particular, na questão do empreendedorismo. Os americanos são certamente mais dinâmicos e empreendedores.

Precisamos de uma educação virada para o empreendedorismo, o que começa por fazer os estudantes perceberem como funciona a economia, como podem criar e gerir uma empresa. Ao mesmo tempo é preciso desenvolver políticas que respeitem o “pensar pequeno” em primeiro lugar, não prejudicando as PME, actuando sobre todos os aspectos que ainda condicionam os empreendedores a operacionalizar o nascimento e crescimento das suas empresas. (…)

Não deixe de ler a entrevista na sua totalidade.

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

Um comentário a “Entrevista sobre Empreendedorismo”

  1. Patrícia Meneses Leirião says:

    Parabéns pelo projecto e determinação em benefício de tantos empreendedores.

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt