Apresentado primeiro fundo Açoreano de capital de risco

 

O Governo Regional dos Açores apresentou ontem (18/02) o primeiro fundo de capital de risco do arquipélago, no valor de um milhão de euros, que se insere na estratégia definida para fomentar o empreendedorismo na região.


“Este fundo não é apenas mais uma medida, é uma medida de extrema importância no fomento do empreendedorismo”, afirmou Vasco Cordeiro, secretário regional da Economia, acrescentando que o novo fundo de capital de risco “não aparece deslocado, mas obedece a uma estratégia” que visa a promoção do empreendedorismo.

 

Para Vasco Cordeiro, esta é “uma necessidade absoluta” nos Açores, recordando que o executivo tem lançado várias “ferramentas” com esse objectivo, como o Programa Educação Empreendedora, o sistema de incentivos Empreende Jovem ou a rede da Gabinetes do Empreendedor.

 

O Fundo de Investimento de Apoio ao Empreendedorismo nos Açores (FIAEA) é subscrito pelo Governo Regional dos Açores, através da Agência para a Promoção do Investimento (APIA), e pela InovCapital, a sociedade de capital de risco de referência do Ministério da Economia.

 

Gualter Couto, presidente da APIA, frisou que o novo fundo “é um complemento das medidas já existentes”, salientando que os investidores podem candidatar-se ao FIAEA, mas também ao sistema de incentivos regionais (SIDER) ou ao Empreende Jovem.

“O FIAEA não é concorrente, é complementar”, afirmou.

 

O novo fundo de capital de risco vai investir um máximo de 100 mil euros por ano por cada empresa, estando previsto que apoie este ano quatro empresas açorianas.

 

Projectos inovadores, sedeados nos Açores e com potencial de crescimento fora do arquipélago são algumas das características exigidas para o apoio do FIAEA, que surge para estimular a criação de novas oportunidades de negócio.

 

O fundo está direccionado para micro e pequenas e médias empresas e pretende, entre outros objectivos, criar emprego, incrementar as exportações e fomentar a inovação e a internacionalização.

in A União, jornal online 19/02/2011


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt