Smartwatt – um dos recentes investimentos da Caixa Capital

www.smartwatt.pt

"Grupo Caixa Geral de Depósitos entra no capital da Smartwatt, “spin-off” do INESC Porto, através da Caixa Capital

Muito se tem falado sobre a eficiência energética e as energias renováveis e sobre o seu papel na redução da emissão de gases com efeitos de estufa. Mas há já conclusões de que, para alcançar a sustentabilidade económica e ambiental, os consumos devem ser reduzidos. No entanto, são ainda poucas as empresas europeias a apostarem no fornecimento de serviços energéticos e soluções de eficiência energética. É nesse mercado que opera a Smartwatt – um spin-off do INESC PORTO.

• SOLUÇÕES ENERGÉTICAS EFICIENTES E POSITIVAS

• SERVIÇOS DE ENERGIA E CONSULTORIA DE ELEVADO VALOR ACRESCENTADO

Recentemente a Smartwatt foi alvo de uma operação de aumento do Capital que foi totalmente subscrito pela Caixa Capital, empresa de capital de risco do Grupo CGD. O objectivo foi dotar a Smarwatt de “capital de crescimento” e conseguir um parceiro financeiro forte e de confiança que possa apoiar o financiamento de alguns seus projectos de Eficiência Energética e Energias Renováveis.

Com quase um ano de existência, a Smartwatt surge orientada para a prestação de serviços energéticos a empresas e entidades públicas e privadas. No mercado de serviços energéticos, afirma-se com uma ESCO – Energy Service Company e lidera um conjunto de soluções técnicas e financeiras que visam beneficiar e reduzir os consumos energéticos dos clientes, bem como providenciar serviços de energia e consultoria de elevado valor acrescentado.

Explica o seu Administrador Executivo, Nelson Soares que “O potencial da eficiência energética é tremendo, pois permite atingir metas ambientais e poupanças energéticas muito superiores, com um esforço financeiro menor …” sendo que, “ … as questões ligadas á sustentabilidade e clima serão/são temas diferenciadores em matéria de competitividade, por isso criamos uma nova área de negócio, a SW Climate, que responde aos desafios ligados ao clima, sustentabilidade e carbono. Acreditamos que a eficiência energética é o aliado ideal para se conseguir atingir as metas de carbono e clima, a serem ampliadas no descendente das regas de Quioto, o Protocolo de Copenhaga em Dezembro de 2009.

A Smartwatt tem como objectivo estar na vanguarda do conhecimento e inovação, procurando desenvolver soluções de elevado conteúdo tecnológico aos seus clientes. Para este efeito conta com o INESC Porto como accionista, o que lhe permite acompanhar o conhecimento científico em “primeira mão”. Outra das mais-valias é a multidisciplinaridade e experiencia da equipa, que reúne competências nas áreas da engenharia, gestão de empresas, investigação, transferência de tecnologia e consultoria especializada na área da energia.

Estado, Autarquias e Saúde com Grande Potencial…

Isso permite que “cada contrato de performance que fazemos, seja, ao mesmo tempo, um mini-project finance, que privilegia a parte financeira. Isto é, quando desenvolvemos o plano técnico de intervenção numa empresa ou entidade, elaboramos, simultaneamente, um project-finance específico, que reflecte o investimento a realizar, o retorno obtido, o valor que se destina a remunerar os serviços prestados pela Smartwatt e o valor para amortização do investimento”, explica Nelson Soares.

Com uma carteira de clientes onde constam entidades públicas, edifícios de serviços e indústrias, os Edifícios do Estado, Autarquias e Hospitais são um nicho que interessa à Smartwatt, “porque têm muito potencial em termos de eficiência energética”. “Por outro lado, segundo a nova lei da Certificação Energética dos Edifícios, todos os edifícios de serviços com áreas superiores a 1000m2, terão que ser certificados a partir de Janeiro de 2009”, destaca o economista.

BI SMARTWATT

Data de criação: Janeiro 2008

Promotores:

Cláudio Monteiro, docente da Faculdade de Engenharia do Porto e investigador do INESC Porto na área da Electrotecnia, 39 anos

José Luís Alexandre, docente da Faculdade de Engenharia do Porto e investigador do INEGI na área de Mecânica, 41 anos

João Sousa, mestre em Energias Renováveis e investigador do INESC Porto, 27 anos

Armando Ramalho, Engenheiro Electrotécnico, especialista em Energias Renováveis e Automação, 39 anos

Nelson Soares, Economista, 36 anos

Carteira de clientes: Empresas Construção e Serviços, Autarquias (entre as quais, C.M. Lisboa e C.M. Ponte da Barca), Indústrias, Universidades, Empresas de Gestão de Edifícios e Fundos Imobiliários, entre outros…)

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt