o quinto combustível

Sabia que:

(i) neste momento, cerca de metade da electricidade dos EUA provém da queima do carvão, 20% da energia nuclear, 15% da queima de gás natural, 3% da queima de petroleo, 7% da energia hidráulica e 2% da queima de madeira e fontes de energia geotérmica, solar e eólica? E que a Franca obtém cerca de 75% da sua electricidade de centrais de energia nuclear?

(ii) Um barril de petroleo corresponde a 159 litros e os EUA consomem mais de 21 milhões de barris por dia? E que mais de metade dessa quantidade é importada? Em que desses 21 milhões cerca de 14 milhões destinam-se aos automóveis,camiões,aviões,autocarros e comboios? E ainda que os restantes 7 milhões sao usados no aquecimento dos edificios e no fabrico de químicos e plásticos?

(iii) 40% da energia consumida nos EUA sao utilizados pelos seus edifícios? E que estes utilizam 70 por cento da electricidade total? E que por causa destes dados o CEO da Duke Energy, Jim Rogers, chama à Eficiencia Energetica o "quinto combustivel" depois do carvão, do gás, das energias renováveis e da energia nuclear?

(iv) A construcao "verde" não é, necessariamente, produzirmos a nossa propria energia, com moinhos de vento e paineis solares, mas sim abordar o lado do consumo com projectos e engenharia realmente criativos, de forma a eliminarmos os desperdícios e a reduzirmos a utilização de energia.

Segundo Thomas L. Friedman, esta será a proxima Revolução Industrial e por isso incentivo todos aqueles que possuem projectos que possam contribuir para a criação e funcionamento desta nova realidade a não hesitarem em recorrerem ao capital de risco para os financiarem pois trata-se de um sector extremamente actractivo para os investidores como aliás o exemplo da Caixa Capital referido há poucos dias neste blog o pode confirmar.

——————–

Sobre o mais recente livro de Thomas L. Friedman – "Quente, Plano e Cheio. Porque precisamos de uma revolução verde"

 

Depois do bestseller o “Mundo é Plano” neste seu novo livro, Thomas L. Friedman apresenta um olhar provocatório em relação a um dos maiores desafios que enfrentamos no mundo de hoje: a crise global do ambiente que está a afectar as nossas vidas, desde a alimentação até às florestas. Ao longo de 17 capítulos, este autor três vezes vencedor do Prémio Pulitzer, defende entre outros assuntos, que a revolução verde necessária não é comparável com nenhuma outra revolução a que o mundo já assistiu.

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt