Capitais de risco públicos vão ter verbas reforçadas

in Negocios.pt 20/01/09

  Luís Filipe Costa, Presidente do IAPMEI

"O capital de risco público vai ser reforçado. A promessa foi de Manuel Pinho, ministro da Economia, na passada semana. O reforço atingirá os 100 milhões de euros, disse ao Negócios Luís Filipe Costa, presidente do IAPMEI – Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento.

O capital de risco público vai ser reforçado. A promessa foi de Manuel Pinho, ministro da Economia, na passada semana. O reforço atingirá os 100 milhões de euros, disse ao Negócios Luís Filipe Costa, presidente do IAPMEI – Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento.

Mas não se sabe de onde virá esse dinheiro, nem que empresas de capitais de risco o vão gerir. No entanto, é expectável que o financiamento surja do QREN – Quadro de Referência Nacional.

O Estado tem duas capitais de risco – a InovCapital e a Aicep Capital Global e, indirectamente, a Caixa Capital, da Caixa Geral de Depósitos. O banco público já tinha, também, revelado ao Negócios que pretende lançar este ano um fundo de 25 milhões de euros para o apoio à constituição de empresas. Agora, acresce a esse montante mais 100 milhões de euros, que, no entanto, não deverão ser essencialmente canalizado para a fase de "start-up"."


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt