Um passo importante para Angola

Angola e Cabo Verde,assinaram a Declaração de Intenções com vista a aprovar a constituição formal da WBAA.

Nesse sentido estou convicto de que, após a constituição formal da Federação Angolana de BA, esta venha ser admitida como membro da WBAA.

Neste contexto, porque não pode ter Angola a sua Federação de BA se, até esteve representada no Núcleo dos Países que acabaram por dar origem à WBAA?

Na minha opinião e por tudo aquilo que tenho vindo a referir, creio que o país só teria a ganhar, sendo um passo importantíssimo no apoio a projectos de jovens angolanos residentes, e não só, pois não nos podemos esquecer da diáspora angolana, nomeadamente os que estudam em Universidades um pouco por todo o mundo que, com as qualificações aí obtidas, poderiam ter mais um factor motivador para regressar ao seu país, desenvolver o seu negócio, e criar riqueza no seu país natal.

Inclusivamente uma das medidas que preconizei na reunião no Dubai foi a criação, no seio dos actuais países fundadores, de embaixadores que pudessem disseminar este conceito por países e regiões do mundo onde o mesmo ainda não está desenvolvido.

 


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2020 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt