Investimento em Start-Ups diminuto em Portugal

Start-Ups portuguesas "esquecidas" pela indústria portuguesa de capital de risco

De acordo com o último comuniado da APCRI (Associação Portuguesa de Capital de Risco e Investimento) referente ao 1º trimestre de 2009, apenas 1,98% do investimento foi afecto a projectos em fase de start-up (2 milhões de euros) de um total de 103 milhões de euros investidos pala indústria de capital de risco e private equity nacional.

 

Quando comparando com os valores também recentemente revelados pela espanhola WebCapitalRiesgo, notamos que ficam muito abaixo do verificado no 1º semestre em Espanha, onde o investimento em capital semente e start-up atingiu 11% do volume de investimento.

O mesmo relatório da APCRI revela ainda que o mercado português de capital de risco e private equity se encontra em contra-ciclo com a Europa, tendo no 1º trimestre crescido 157% quando comparado com igual período do ano anterior.


Licenciado e Mestre em Gestão de Empresas. Presidente da Gesbanha, S.A., especialista em capital de risco e empreendedorismo, investidor particular ("business angels") e Presidente da FNABA (Federação Nacional de Associações de Business Angels). Director da EBAN e da WBAA

Share This Post

Related Articles

© 2018 Francisco Banha Blog. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Designed by Theme Junkie · Adapted by KMedia.pt